segunda-feira, 28 de julho de 2014

Encontro fórum MaCamp - 18 a 21 de Julho 2014, Campos do Jordão - SP

Após dois meses de espera saiu o grande encontro de Inverno do Fórum MaCamp. O encontro contou com a presença de 2 trailers diamante, 1 Cisne, 1 Brilhante, 1 KC 450, 1 Caravana, 2 KC 330, 2 Mini trailers artesanais, 1 Kombinet e a nossa Kabana Camp. O Encontro foi na Suiça brasileira, no Camping Clube na cidade de Campos de Jordão-SP.




Saímos de Santo André na sexta-feira 18/07 as 8h30 da manhã e encontramos nosso amigo Rodrigo de Mauá-SP no inicio do novo trecho leste do Rodoanel, seguimos juntos até São José dos Campos-SP, nosso ponto de encontro, onde formamos o comboio com os amigos Dardo de Curitiba-PR, Ronald de Santos-SP e Davi de São José dos Campos. O comboio seguiu firme rumo a Campos impressionando muitos motoristas que trafegavam pela rodovia Carvalho Pinto.







Chegamos em Campos por volta das 13h da tarde, lá já estavam acampados, os amigos Tom, Pelágio, Jandir e o Marcos, fundador do MaCamp. Após ajeitar os equipamentos era hora de curtir, muito bate papo e troca de informações com o pessoal. A noite de sexta-feira foi a mais quente dos dias que estivemos acampando, não tivemos muitas dificuldades para dormir, com exceção da cachorrada que latia a noite toda, as próximas noites seriam bem frias chegando a temperaturas abaixo de zero.




No sábado saímos para um passeio turístico pela cidade, visitamos o museu Felícia Leirner que está localizado no Alto da Boa Vista, visitamos também o Auditório Cláudio Santoro onde ocorrem os concertos do festival de inverno, passamos também em frente ao Palácio Boa Vista a casa de inverno do governador do Estado de São Paulo, à tarde subimos de teleférico até a  Pedra do Elefante.














Voltamos para o camping para assistirmos a apresentação do Dardo e da Bete, com fotos, vídeos e muitas explicações sobre a expedição para o Ushuaia. A noite de sábado estava muito fria e fizemos nosso churrasco coletivo com 2 °C graus positivos, contamos com a presença do amigo Francisco que veio do Rio de Janeiro para conhecer os amigos do fórum e prestigiar o encontro. 






Tudo estava uma maravilha só não contávamos que o temperatura iria cair mais durante o inicio da madrugada, chegando a exatos -3 °C graus, Amanda é a mais friorenta de nós 3 e teve muitas dificuldades para dormir, chegou a achar que não aguentaria, a cobri com a maioria das cobertas e assim ela conseguiu dormir durante aquela que foi a noite mais fria de nossas vidas.

Na manhã de domingo estávamos naquele dilema, vamos embora ou vamos ficar? Decidimos ficar, mas só se achássemos um aquecedor elétrico, encontramos um perfeito, 220v, de cerâmica e com 1500w de potência. Por incrível que pareça com preço semelhante ao de São Paulo. De posse do aquecedor sabíamos que nossa noite seria mais quentinha, aproveitamos então para conhecer a Vila de Capivari, vimos o por do Sol por lá e saímos de lá com a cidade toda iluminada, realmente Campos é muito linda.







Voltamos ao camping para nossa última noite, seria o teste do aquecedor, jantamos na barraca e foi difícil sair de lá, a noite estava muito fria, assim que chegamos na barraca já tratei de ligar o aquecedor enquanto as meninas foram tomar banho, quando elas voltaram o quarto estava quentinho, com o aquecedor nossos problemas acabaram, durante a madrugada a temperatura chegou -4° C graus e nem sentimos nada, só percebemos o quanto estava frio quando saímos da barraca na manhã seguinte. O toldo dos trailers, a grama e os carros congelaram totalmente durante a madrugada, nunca tínhamos enfrentado um frio desse tamanho, na verdade nem gostamos de frio, só topamos ir para o encontro porque queríamos conhecer a galera pessoalmente.







Abro aqui um parênteses para falar um pouco do CCB de Campos, infelizmente o camping está em precárias condições, só a boa vontade e dedicação do Enoc não são suficientes, a começar pela falta de sinalização para chegar no camping, a entrada do camping esta com um degrau de quase 20 cm, metade da área dos trailers não dá para ser utilizada, porque os trailer atolam, pontos de descarte de água e distribuição de energia estão muito ruins e quanto aos banheiros nem vou me estender para não ser taxado de chato, mas quem não estava de trailer com certeza não ficava nada contente na hora de utilizar o banheiro ou tomar um banho, realmente é muito triste ver um camping numa cidade como Campos do Jordão estar naquela situação.

No final do dia, como o campismo é feito de pessoas e nós estávamos lá por elas, todos os contratempos foram superados, conhecemos pessoas muitos especiais, que com certeza faremos questão de reencontrar em outras acampadas.



Avaliação
Camping: Ruim
Acesso: mediano
Localização: 7 km do Centro
Indicaria para amigos: Não, mas se solicitado informaria como foi nossa viagem
Retornaremos numa outra oportunidade: talvez
Negativo: Banheiros Masculino e Feminino insuficiente, instalações precárias.

terça-feira, 22 de julho de 2014

Teresópolis – RJ / Camping Quinta da Barra

Dia 10/07 partimos para Teresópolis para buscar nossa nova casa, a carreta-barraca Kabana Camp, saímos de Santo André as 4:00 da manhã, o tempo em São Paulo não estava muito bom, saímos com chuva e percorremos grande parte do percurso assim. Chegamos lá em Teresópolis por volta das 11h, foram os 500 km mais longos de nossas vidas pela ansiedade de ver a carretinha.

Parada no Graal Clube dos 500 para um café

Dutra e a chuva que nos acompanhou durante quase todo o trajeto  



O antigo proprietário nos encontrou na entrada de Teresópolis, já com a carretinha engatada e seguimos para o Camping Quinta da Barra. A princípio a ideia era fazer um bate e volta, mas devido à distância e de todos os tramites que teríamos a fazer, decidimos que ficaríamos lá no camping, testando a barraca, descansando e aproveitando a viagem um pouco.

 
 


Em nosso trajeto saímos da Dutra em Barra Mansa e seguimos via Volta Redonda, Vassouras, entre outras cidades, a parte mais bonita deste trajeto é a serra entre a Itaipava e Teresópolis, um serrinha bem puxada de mão dupla, apesar de toda a neblina foi possível ver lugares bem bonitos.





Teresópolis é uma cidade serrana muito bonita, com vários lugares para se visitar, mas o tempo não colaborou conosco nem um pouco, não conseguimos visitar nem a CBF localizada na Granja Comary, muita chuva e muito frio nos dois dias em que lá estivemos nos fizeram ficar entocados na barraca a maior parte do tempo, mal conseguimos ver o famoso dedo de Deus, conseguimos ver apenas sua silhueta em meio a névoa.


Dedo de Deus





Falando um pouco do camping... o Quinta da Barra é um camping que possui muitos trailers rodas quadradas e está muito bem localizado, porém a parte destinada aos barraquistas não é das melhores, com terrenos em desnível e com banheiros um tanto quanto despreparados, para se ter uma ideia, na nossa primeira noite acabou o gás do sistema de aquecimento de água e tivemos terminar o banho com água fria, em pleno inverno e numa noite chuvosa, pode ter certeza que isso não foi legal e a primeira impressão é a que fica, na segunda noite o gás ainda não tinha sido trocado e tomamos banho na área dos trailers, aí foi outra coisa, o banheiro estava muito mais limpo e conseguimos tomar um banho quentinho.




Muitos amigos recomendaram e falaram bem do camping, então acreditamos que aconteceram esses imprevistos com a gente porque estávamos fora de temporada e que durante o verão e as festas realizadas pelo camping a situação seja bem diferente. Esperamos voltar numa outra oportunidade, com calor e aproveitar a sua bela piscina e as belas atrações da cidade de Teresópolis.

Negócio fechado era hora de voltar para casa. bye bye Tere...

video

Avaliação
Camping: Regular
Acesso: Fácil
Localização: Ótima
Indicaria para amigos: sim, com ressalvas
Retornaremos numa outra oportunidade: Sim
Negativo: Banheiros Masculino e Feminino não estavam muito limpos, principalmente na parte de cima do Camping, a quantidade existente deve atender a dias normais, mas achamos que não deve atender durante feriados prolongados e a alta temporada.